Famosos e TV Namorada de Rafael Miguel conta que se sentia aprisionada pelo pai: 'Não poder sair na janela'

Namorada de Rafael Miguel conta que se sentia aprisionada pelo pai: 'Não poder sair na janela'

O ator e os pais dele foram assassinados em 2019 por Paulo Cupertino, então sogro do artista

  • Famosos e TV | Do R7

Resumindo a Notícia
  • Isabela Tibcherani relembrou o assassinato do namorado, Rafael Miguel, e dos sogros.

  • O ator e os pais foram mortos por Paulo Cupertino, pai de Isabela.

  • A cantora revelou que a relação dela com o assassino sempre foi bem complicada.

  • Segundo Isabela, o pai nunca a deixava fazer nada, e ela ficava 'trancada' em casa.

Rafael Miguel foi assassinado pelo pai de Isabela, sua namorada

Rafael Miguel foi assassinado pelo pai de Isabela, sua namorada

Arquivo Pessoal / Reprodução/ Youtube

A namorada de Rafael Miguel, Isabela Tibcherani, de 22 anos, relembrou o assassinato do ator e comentou a relação dela com o pai, Paulo Cupertino, autor do assassinato.

Isabela tenta seguir a carreira de cantora e evita falar sobre o assunto nas redes sociais. Ela contou que já consegue lidar com críticas sobre o caso, mas que no início sofreu muito. 

“Sofri bastante, eu chorava muito, eu falava: 'Como pode uma pessoa falar uma coisa dessa, ela não estava lá, essa pessoa não viu o que passei’”, desabafou a cantora em entrevista ao Vênus Podcast.

Sobre a convivência com o pai, assassino de Rafael, Isabela explica que mesmo antes da tragédia não tinha uma boa relação com o genitor. “Um dia eu tentei abraçar, e ele me empurrou.”

A cantora vivia em uma situação complicada com o pai. O tratamento diferia em relação ao irmão mais novo. 

“Se eu tivesse sentada, por exemplo, assistindo à TV, ele falava: 'Você não tem nada para fazer? Você não tem um chão para varrer? Você não tem uma casa para limpar?’. Era assim, eu tinha que estar sempre limpando casa, fazendo alguma coisa.” 

Isabela tinha o sentimento de estar aprisionada, com as atitudes do genitor: “Era coisa de às vezes eu não poder sair na janela, ficar sem celular, ficar incomunicável”, desabafou ela. 

Além do vínculo ruim entre eles, Isa recordou o ciúme possessivo do pai: “O meu pai falava: 'Você vai namorar depois dos 30, se eu deixar'.”.

Rafael Miguel, na época com 22 anos, e os pais dele, João Alcisio Miguel, de 52, e Miriam Selma Miguel, de 50, foram assassinados no portão da casa de Isabela com tiros disparados por Cupertino. Ao ser questionada se gostaria de falar sobre o dia do ocorrido, Isa explicou que ainda era um gatilho. 

“Acho que não tem muito o que falar a respeito disso, é um gatilho ainda, sem dúvidas, sempre vai ser, mas hoje eu lido melhor com a parte mais social da coisa. O dia em si sempre vai ser um dia muito traumático para mim”, falou ela.

Isabela Tibcherani tinha 18 anos quando conheceu Rafael Miguel, pela internet. Os dois se encontraram e começaram a namorar. As famílias do casal sabiam do relacionamento, menos o pai da jovem. 

Mortes, fugas, disfarces e prisão em hotel: relembre caso Rafael Miguel

Últimas