Famosos e TV Perícia encontra material genético de cantor do Molejo em roupa de fã

Perícia encontra material genético de cantor do Molejo em roupa de fã

Na semana passada, um rapaz de 21 anos acusou Anderson Leonardo de tê-lo estuprado no fim do ano passado

  • Famosos e TV | Gabrielle Pedro, Do R7

Resumindo a Notícia
  • Polícia Civil confirmou que encontrou material genético de Anderson nas roupas da vítima

  • Procurada pelo R7, a assessoria do vocalista do Molejo não se pronunciou sobre o caso

  • Na semana passada, rapaz de 21 acusou o artista de estupro

  • Anderson nega as acusações e diz que está à disposição da Justiça

Anderson Leonardo nega as acusações

Anderson Leonardo nega as acusações

Reprodução/Instagram

A Polícia Civil do Rio de Janeiro confirmou nesta terça-feira (9) ao R7 que encontrou material genético nas roupas do rapaz de 21 anos, que acusa Anderson Leonardo, vocalista do Molejo, de abuso sexual.

"De acordo com a 33ª DP (Realengo), funcionários do motel e outras testemunhas vão prestar depoimento nesta semana. A delegacia informou, ainda, que o laudo na peça de roupa da vítima ficou pronto e comprovou resíduos de sangue e de esperma", informou a assessoria de imprensa da polícia em nota.

Procurada pelo R7, a assessoria do vocalista Molejo disse que não vai se pronunciar sobre o assunto. "Não estamos autorizados pelos advogados e pela Justiça a nos pronunciar. Agora, está tudo sobre investigação na Justiça, para preservar as partes", comunicou o representante do artista.

Entenda o caso

No último dia 3, a vítima compareceu à 33ª Delegacia de Polícia do Rio, em Sulacap e registrou um boletim de ocorrência acusando o cantor pelo suposto crime. No documento, ao qual o R7 teve acesso, o rapaz disse que saiu de casa no dia 11 de dezembro de 2020, por volta da meia-noite para se encontrar com Anderson para conversar sobre sua carreira artística. O encontro teria sido marcado em um clube conhecido como Colombinos, no bairro da Taquara, onde o empresário do cantor teria um grupo de futebol.

Já no local, o artista teria tirado a roupa e deu dois tapas no rosto da vítima. O rapaz contou que ficou assustado e chorou quando o músico teria começado a xingá-lo. Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, o pagodeiro teria arrancado as roupas da vítima e a violentado.

Pouco depois, Anderson assumiu que se relacionou sexualmente com o jovem, mas que esta foi uma relação consensual. O cantor também se disse surpreso com as alegações.

Últimas