Famosos e TV Tatá relembra telefonema surpresa de Paulo Gustavo: 'Já era muito fã'

Tatá relembra telefonema surpresa de Paulo Gustavo: 'Já era muito fã'

Apresentadora de TV contou como conheceu o amigo, que segue internado em estado grave na UTI após complicações da covid-19

  • Famosos e TV | Do R7

Apresentadora relembrou primeira vez que falou com o humorista Paulo Gustavo

Apresentadora relembrou primeira vez que falou com o humorista Paulo Gustavo

Reprodução/Instagram

Tatá Werneck, de 37 anos, contou detalhes de quando e como conheceu o também humorista Paulo Gustavo. O ator, que segue na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) após complicações da covid-19, é amigo pessoal da apresentadora de TV. 

Em conversa com o fãs, nas redes sociais, a artista revelou que recebeu uma ligação de Paulo e da atriz Ingrid Guimarães quando ainda trabalhava na MTV. De acordo com a famosa, ela já era fã dele quando aconteceu o primeiro contato. 

"Ele e a ingrid descobriram meu telefone. Em uma vez eles, no dia do meu aniversário, eu estava na MTV, eles me ligaram e falaram que eram meus fãs e estavam assistindo. E eu já era muito fã deles. E a irmã do Paulo sempre ia me assistir no teatro e falava de mim para o Paulo", disse, no Instagram. 

Internação de Paulo Gustavo

Comediante está internado desde o dia 13 de março, em um hospital particular do Rio

Comediante está internado desde o dia 13 de março, em um hospital particular do Rio

Reprodução/Instagram

O comediante está internado desde o dia 13 de março, em um hospital particular do Rio de Janeiro, após ser diagnosticado com covid-19 — doença sistêmica provocada pelo novo coronavírus. Segundo informações da equipe do ator, ele foi hospitalizado por orientação médica.

Uma semana após a confirmação da internação, Paulo Gustavo precisou ser transferido para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para ser intubado. "A assessoria confirma, por meio deste comunicado, que o ator, em plena consciência de seu estado, necessitou entrar em ventilação mecânica invasiva, para ser tratado de forma mais segura", diz um dos trechos da nota.

No dia 2 de abril, o quadro do humorista piorou e ele foi submetido ao uso de ECMO (Oxigenação por Membrana Extracorpórea) — aparelho que funciona como um pulmão artificial e oferece oxigenação para pacientes em estado crítico. Desde que iniciou a terapia, ele apresentou sinas de melhora, segundo boletim médico divulgado no último dia 5.

Devido às sessões de ECMO, Paulo Gustavo precisou receber transfusão de sangue, no último dia 7 de abril. "Ele tem que ficar anticoagulado, perde um pouco de sangue, e por isso precisou tomar algumas bolsas de sangue", explicou Thales Bretas.

No último dia 9 de abril, Paulo Gustavo passou por mais um procedimento médico devido às complicações pulmonares causadas pela doença. Após a microcirurgia, a equipe responsável explicou que o quadro dele ainda era grave, porém estável.

Dias depois, em 26 de abril, o humorista foi diagnisticado com uma nova pneumonia bacteriana. De acordo com boletim oficial, nova complicação estava sendo tratada. Além disso, uma melhora na função pulmonar foi identificada. 

Últimas