Música Funkeiro MC Marcinho morre aos 45 anos no Rio de Janeiro

Funkeiro MC Marcinho morre aos 45 anos no Rio de Janeiro

O artista estava internado em um hospital particular desde o dia 27 de junho; a causa da morte foi falência múltipla de órgãos

  • Música | Do R7

Resumindo a Notícia
  • MC Marcinho morreu neste sábado (26) em decorrência de falência múltipla de órgãos.

  • Internado desde o dia 27 de junho, artista do funk lutava contra uma doença cardíaca.

  • Criador do hit 'Glamurosa', MC Marcinho se tornou um marco para o funk melody.

  • Conhecido como Príncipe do Funk, o artista deixa a mulher, Kelly Garcia, e cinco filhos.

Príncipe do Funk, MC Marcinho morreu, aos 45 anos

Príncipe do Funk, MC Marcinho morreu, aos 45 anos

Reprodução/Instagram

MC Marcinho, que ganhou o apelido de Príncipe do Funk, morreu, aos 45 anos, na manhã deste sábado (26). A informação foi confirmada pelo Hospital Copa D'Or ao R7. A causa da morte foi falência múltipla de órgãos.

O funkeiro estava internado havia mais de dois meses em um hospital na zona sul do Rio de Janeiro. Durante o período de internação, ele sofreu uma parada cardiorrespiratória, chegou a fazer um transplante de coração artificial, mas não resistiu.

Marcinho lutava contra uma doença cardíaca e chegou a passar por cirurgia de troca de marca-passo em março deste ano.

"O Hospital Copa D'Or confirma com pesar a morte do paciente Márcio André Nepomuceno Garcia na manhã deste sábado (26), às 9h10, em decorrência da falência múltipla de órgãos. O hospital se solidariza com a família e amigos por essa irreparável perda", diz a nota assinada por Marcelo London, diretor médico do Copa D'Or.

Segundo informações da assessoria de imprensa do artista, ele precisou de internação depois de constantes idas e vindas ao hospital nos últimos meses. Marcinho apresentava insuficiência renal e cardíaca quando foi internado, em 27 de junho.

 Compartilhe esta notícia no WhatsApp
 Compartilhe esta notícia no Telegram

Ainda não há informações sobre o velório e o sepultamento do artista.

Carreira de MC Marcinho

Márcio André Nepomuceno Garcia, o MC Marcinho, começou a carreira na música cedo, quando tinha apenas 13 anos. Na década de 1990, foi um dos responsáveis por popularizar o funk melody, gênero musical que anos depois revelou grandes nomes, como Anitta. 

Dono de hits como Tudo É Festa e Garota Nota 100, ele ganhou o apelido de Príncipe do Funk. Com ritmo dançante, Glamurosa, um dos principais sucessos de Marcinho, virou um marco para o funk melody. 

Na letra da música, lembrada até hoje, o cantor cita e exalta as qualidades de uma "rainha do funk", uma referência a Xuxa Meneghel, a quem o artista fez uma homenagem na canção

Fiel ao estilo mais romântico que o consagrou, Marcinho completou 30 anos de carreira. Durante uma participação no Balanço Geral RJ, o funkeiro comentou ter conseguido manter o gênero musical em alta, mesmo depois da popularização do funk com letras mais explícitas.

 "Você tem que se atualizar naquilo que está acontecendo, o linguajar mudou, as tecnologias chegaram para poder ajudar também. Antigamente, você colocava uma batida, cantava em cima e ia embora. Hoje, você tem vários elementos para ajudar a conseguir atualizar o funky melody, com linguagem atual e que os jovens conseguem entender."

MC Marcinho deixa a mulher, Kelly Garcia, com quem estava havia 25 anos e casado há 15, e cinco filhos: Marcelly, de 24 anos, Marcelo, de 22 (frutos do relacionamento com Kelly), Matheus, de 24, Sara, de 23, e Marcinho, de 17.

Rita Lee, Tony Bennett e Gloria Maria: veja famosos que morreram em 2023

Últimas