Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Nitro
Publicidade

Mãe leva filho a feira de games pela primeira vez: 'É especial compartilharmos este momento'

Após três anos desde a última edição, comunidade nerd voltou à Brasil Game Show animada e com novos membros

Games|Eduardo Reis, do R7*


Mãe levou o filho de 9 anos à Brasil Game Show pela primeira vez
Mãe levou o filho de 9 anos à Brasil Game Show pela primeira vez

A volta da Brasil Game Show após a pandemia reuniu vários membros da comunidade geek e nerd no Expo Center Norte, em São Paulo, no dia da abertura da maior conferência do segmento na América Latina. Mas também foi a primeira vez de muitos pequenos gamers que não tiveram a oportunidade de ir a edições anteriores.

Como o caso de Pedro, de 9 anos. Segundo a mãe, Juliana, de 42, ele adquiriu o costume de jogar durante a pandemia. "Os mais novos foram inseridos no mundo gamer durante a pandemia. É importante eles terem este momento de curtir, ser criança de outra maneira", disse.

"Hoje ele consegue ir a uma feira presencial e conhecer alguns youtubers que ele acompanha. A gente compartilhar este momento é muito especial", afirmou.

O pequeno Pedro também aprova a experiência. "Vim aqui para conhecer influencers, jogar muito e me divertir", disse. "Joguei Fifa 23 com a minha mãe e ganhei de 4 a 0", comemorou o garoto.

Publicidade

Quem estava lá pela primeira vez também foi o paulistano Alisson, de 25 anos. "Saí de casa hoje querendo ver o estande da Playsation, mas a loja da Hyper X também me chamou a atenção", afirmou.

Já as novatas Mônica Mochi, de 25 anos, e Rachel Gasai, de 21 anos, comemoraram a oportunidade de conseguir ir à BGS pela primeira vez e participar dos concursos de cosplay com suas fantasias de personagens do jogo Genshin Impact

Publicidade

"Somos do Rio de Janeiro, e, em anos anteriores, estávamos em época de prova quando acontecia a conferência. Estamos animadas para curtir a feira", disse Rachel. "Nossas expectativas estão altas para os outros dias", completou Mônica.

Por conta do hiato entre as edições, até mesmo os veteranos do evento estavam ansiosos para voltar à Brasil Game Show. Como a cosplayer Andrezza, que se vestiu como a personagem do Street Fighter, Chun-Li. "Vim em 2018 e em 2019. Estava ansiosa por este retorno, e o pessoal está bastante animado", disse.

Publicidade

Outro frequentador assíduo da BGS, Gustavo, de 19 anos, estava impaciente para conferir os estandes das principais desenvolvedoras de games. "Estou muito contente em voltar. Mas senti falta do estande do Xbox", afirmou.

*Estagiário do R7 com edição de texto de Leandro Lopes

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.