Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Flavio Ricco
Publicidade

Após audiência, filho de Gugu Liberato diz: 'Tenho muito para falar e até tive que me segurar'

João Augusto defendeu a tia, Aparecida Liberato, que argumenta que o apresentador e Rose Miriam não tinham uma união estável

Flavio Ricco|Do R7


Gugu, Rose Miriam e os filhos João, Marina e Sofia
Gugu, Rose Miriam e os filhos João, Marina e Sofia

Após audiência sobre a herança de Gugu Liberato, realizada nesta segunda-feira (22), João Augusto Liberato, filho do apresentador morto em 2019, em Orlando (EUA), negou hoje que tenha ficado calado durante a sessão no tribunal e lamentou a exposição do caso. O julgamento definirá se Rose Miriam Di Matteo, mãe dos três filhos de Gugu, tem direito à herança milionária deixada por ele. (Leia o relato na, íntegra, abaixo)

"Fiquei muito surpreso quando falaram que decidi ficar calado. Porque, pelo contrário, tenho muito para falar e até tive que me segurar para não falar quando não era o momento. Foi muito triste ver e ouvir tantas coisas que não eram verdadeiras, mas eu respeitei as regras da audiência", escreveu ele, em seu perfil nas redes sociais.

"Tudo o que venho vivendo é muito triste e incrivelmente desnecessário. Meu pai me ensinou tantas coisas e o que eu quero é seguir minha vida honrando isso tudo", acrescentou, na sequência.

No desabafo, João afirmou ainda que o seu pai sempre foi "um homem correto, sincero, humilde, generoso e muito reservado".

Publicidade

"Tudo o que ele fazia era muito bem pensado e suas decisões foram sempre focadas para o bem maior de todos. Quem realmente o conheceu sabe da sua forte integridade e inteligência em tomar decisões. E hoje eu vejo sua vida e história sendo desrespeitada com um monte de mentiras. Meu pai não merece isso e eu vou fazer de tudo para defender a verdade e a sua memória."

Como foi a audiência

Publicidade

Segundo uma fonte ouvida pela reportagem do R7, João Augusto Liberato e a irmã do apresentador, Aparecida Liberato, ficaram em silêncio durante a audiência, enquanto as gêmeas Marina e Sofia apoiaram a mãe.

O apresentador deixou 75% do patrimônio para os três filhos e os 25% restantes para os cinco sobrinhos. Rose foi deixada de fora do testamento do comunicador, mas argumenta que tem direito aos bens porque teria uma união estável com ele.

As gêmeas Marina e Sofia chegaram ao Brasil na última semana para apoiar a mãe. As duas se posicionam contra a tia, enquanto João Augusto apoia Aparecida Liberato, que argumenta que o apresentador e Rose não tinham uma união estável.

*Com informações da redação do R7

Discreto na vida pessoal, Gugu Liberato teve intimidade e polêmicas expostas após a morte

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.