De 27/09 a 04/10 somos todos Lula (ou quase isso)

Cinco dias antes da eleição e 48 horas depois ninguém vai para a cadeia, segundo o Código Eleitoral

Twitter/Lula - 7.9.2022

Segurem as carteiras, redobrem os cuidados e não deem moleza porque desde o último dia 27 até 4 de outubro, somos todos Lula, ou seja, ninguém vai para a cadeia. Logo, a bandidagem está blindada para pintar e bordar. Leia com a voz de Geraldo Alckmin: Lula! Lula! Lula!

De acordo com o artigo 236 da Lei 4.737/1965, popularmente conhecida como Código Eleitoral, a polícia não pode executar nenhuma prisão de eleitor por condenação antiga de crimes afiançáveis cinco dias antes da eleição e 48 horas depois do fechamento das urnas. Para mesários, o livramento do xilindró só vale no dia da eleição. Já para os candidatos a mamata é ainda maior, pois 15 dias antes eles já não podem ser presos.

Dizem por aí que o objetivo da lei é garantir ao “cidadão” o direito ao voto. Claro, né? Como eleger bandidos se a polícia vai lá e prende os companheiros? A única exceção é se houver flagrante, mas até aí, malaco que é malaco não vai dar essa bobeira...

É isso, gente! Fiquem espertos nessas eleições porque tem muito político querendo se eleger para continuar a criar leis tão idiotas quanto essa para protegerem a si mesmos. Enquanto isso, você que se vire nesses dias de liberdade total para criminosos e afins.
 

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas