Prêmio Óleo de Peroba vai para Fernando Haddad

Após afirmar que privatização da telefonia deixou os serviços mais caros, candidato ao governo de SP ganha em primeiro turno

Fernando Haddad (PT) ganhou o prêmio

Fernando Haddad (PT) ganhou o prêmio

Edu Garcia/R7 - 05.08.2022

No debate da última sexta-feira, não teve para ninguém e o grande vencedor do Prêmio Óleo de Peroba foi direto para Fernando PT Haddad.

O candidato ao governo de São Paulo afirmou, sem nem mesmo corar de vergonha, que “quem é um pouco mais velho vai se lembrar” que, antes da privatização da telefonia, na década de 90, pagávamos mais barato pelo uso do celular e do telefone fixo.

Como os requisitos para o Prêmio Óleo de Peroba permitiam que os candidatos disseminassem fake news, é claro que ninguém se daria melhor do que o petista. Mas vamos aos fatos: a telefonia celular chegou ao Brasil em 1990, com “apenas” 20 anos de atraso em relação aos Estados Unidos e com preços proibitivos. Não é de hoje que as estatais não têm a menor pressa quando o assunto é tecnologia e inovação.

E quanto à telefonia fixa, parafraseando o candidato cara de pau, quem é um pouco mais velho vai se lembrar que era preciso entrar em uma fila de espera – que podia demorar até cinco anos – para comprar uma linha pelo “plano de expansão” a um custo que podia chegar a US$ 5.000, mais de R$ 25 mil nos dias atuais. De tão caro que era esse “bem” era obrigatório declará-lo no Imposto de Renda.

Hoje, literalmente, há mais celulares do que gente no Brasil e, não fosse a privatização, provavelmente você não teria esse aparelhinho aí na sua mão.

Esta crônica só é uma ficção porque o prêmio citado aqui oficialmente não existe.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas