Você está doente, tenha certeza disso

Com tantos vírus no ar e uma diversidade imensa de variantes, estatisticamente não é possível que você não esteja doente

Você está doente

Você está doente

Pixabay

Sim, você está doente! Não importa que não sinta nenhum sintoma e tanto faz se tem ou não consciência da própria condição mazelenta: a estatística diz que, neste momento, você é um potencial transmissor de alguma peste qualquer.

Aliás, justamente por conta da quantidade de moléstias circulando hoje em dia, é que preparamos uma lista para você escolher uma enfermidade para chamar de sua, afinal, cada um é dono da sua verdade. Bora anotar!

Para os modestos: gripe
Para os tradicionais: resfriado
Para os americanizados: influenza
Para os detalhistas: influenza tipo A, B ou C
Para os complicadinhos da série A: H1N1, H3N2, H5X9
Para os que gostam de dar os devidos créditos: Victoria, Yamagata
Para os que vivem em áreas rurais: gripe do frango, gripe do porco
Para os que vivem em áreas rurais, mas são metidos a besta: gripe aviária, gripe suína
Para os que vivem em áreas urbanas: gripe PN3B (Peguei Num dos 3 Busão)
Para os motoboys: variante Aif00D
Para os evolucionários: H3N2 Darwin
Para os fãs de carros compactos: HB20, C3, Fiat 500, G0Lb0L1NhA
Para os saudosos: Nokia 3310, Motorola RAZR V3
Para os fãs de batalha naval: C8, D3, J9
Para os não negacionistas: Covid-19, Sars-CoV-2
Para os negacionistas: T30r14 d4 c0nSp1r4ç@0
Para os gregos: variante Delta
Para funcionários da General Motors: variante Celta
Para os machistas: ômicron
Para as feministas: mulhéricron
Para os que amam viajar: 4S4D P0rt@05 

Escolha a sua preferida e fique em casa!

Esta crônica é uma ficção, mas poderia não ser...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas