BH aposta em Carnaval mais inclusivo e acessível aos foliões

Intérpretes de Libras nos palcos, banheiros adaptados para pessoas com deficiência e espaços para quem tem mobilidade reduzida são novidades

Cidade espera cinco milhões de foliões

Cidade espera cinco milhões de foliões

Laura Baraldi / Record Tv Minas

Faltando dez dias para o Carnaval, Belo Horizonte se prepara para receber a folia com maior expectativa de público de sua história. São esperadas 5 milhões de pessoas nas ruas da capital mineira. Neste ano, a prefeitura pretende tornar a festa mais inclusiva e acessível. 

De acordo com a Belotur (Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte),  o evento terá palcos com intérpretes de Libras, espaços reservados para pessoas com mobilidade reduzida, maior quantidade de banheiros adaptados para pessoas com deficiência.

O Foliônibus, que circula pelos principais pontos da cidade, terá elevador acessível e os vendedores ambulantes vão passar por processo de capacitação.

Prefeitura de BH confirma Carnaval 2020 mesmo após temporais

Segundo Gilberto Castro, presidente da Belotur, o Carnaval da capital mineira teve um crescimento de 20% e a expectativa é que a rede hoteleira alcance 80% da taxa de ocupação. São esperados 5 milhões de foliões nas ruas, um aumento de 16% em relação ao ano passado.

Saúde

Três postos médicos avançados foram montados para receber pessoas que precisarem de atendimento. Na praça Praça Rui Barbosa, na região central, o posto funcionará 24 horas por dia a partir das 19h da sexta-feira de Carnaval (21 de fevereiro) até as 7h da quarta-feira de Cinzas (26 de fevereiro).

No bairro Santa Tereza, na região Leste, o centro médico funcionará na rua Estrela do Sul, em frente ao número 135, entre os dias 22 e 25 de fevereiro, das 10h às 22h. Já no bairro Funcionários, o espaço será montado na avenida Afonso Pena, 2336 e também funcionará entre os dias 22 e 25 de fevereiro, das 10h às 22h.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Lucas Pavanelli