Famosos e TV Com doença degenerativa, PC Siqueira fala sobre cirurgia

Com doença degenerativa, PC Siqueira fala sobre cirurgia

Youtuber de 34 anos tem uma doença rara e precisou ser submetido a uma artoplastia total do quadril esquerdo

  • Famosos e TV | Do R7

Youtuber fará nova cirurgia

Youtuber fará nova cirurgia

Reprodução/Instagram

PC Siqueira voltou às redes sociais para falar aos fãs sobre seu estado de saúde, uma semana após ser submetido a uma cirurgia. Portador de uma doença rara degenerativa, o youtuber apresentava dificuldades para andar desde no ano passado.

No procedimento, ele retirou um osso necrosado na região do quadril. No Instagram, ele contou como está a recuperação. 

"Oito dias depois da artoplastia total do quadril esquerdo, 15 pontos e sem uma gota de sangue no curativo. Agora dá para entender de leve a dor que sinto (ainda tem o outro lado). Não sei como eu conseguia ficar em pé", escreveu. 

PC contou ainda que, em dois meses, será necessário repetir a cirurgia, desta vez do lado direito, para concluir o tratamento. 

Entenda a doença que acometeu o youtuber PC Siqueira

A osteonecrose da cabeça femoral, doença que acometeu o youtuber PC Siqueira, é mais comum em homens e costuma surgir entre os 20 e 50 anos, sendo mais frequente aos 40, conforme explica o ortopedista Gabriel Mendia, especialista em cirurgia do joelho e quadril.

"A doença é o início de um processo degerativo do quadril, como se fosse o começo de uma artrose, na qual o osso fica necrosado [morto] por falta de circulação sanguínea. Acomete 4 homens para 1 mulher", afirmou.

Segundo o ortopedista, a causa pode ser idiopática, ou seja, sem um motivo identificado, mas as mais comuns são consequência de uma lesão traumática, uso prolongado de corticoide e anemia. São considerados fatores de risco o cigarro, o uso crônico de álcool, HIV, distúrbios de coagulação e gravidez, além de haver um componente genético. "Tudo isso pode alterar o suprimento sanguíneo da cabeça femoral", explicou.

A cabeça femoral é a parte de cima da coxa, onde o femur articula com o quadril. "O osso tem que ser irrigado, é um tecido vivo. Quando tem alteração na circulação, vai necrosando e alterando toda a sua morfologia", disse o especialista.

Os principais sintomas são dor, limitação de movimentos e dificuldade para andar, de acordo com Mendia. O paciente descobre que tem a doença quando tem dor no quadril. A investigação é feita por meio de ressonância magnética.

O médico frisou a importância de procurar um ortopedista especializado em quadril para que a doença possa ser identificada em seu estágio inicial e não progrida. "Existe chance de se evitar uma cirurgia".

Nesse caso, é feita a descompressão do quadril. O procedimento consiste em fazer um corte no osso por onde passa uma broca de 7mm para diminuir a pressão. "Caso essa descompressão não seja feita, toda a morfologia da cabeça do femur vai se alterar e será preciso fazer cirurgia com colocação de prótese do quadril", explicou.

Últimas