Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Entretenimento – Música, famosos, TV, cinema, séries e mais
Publicidade

Repórter reclama de barulho de crianças em escola perto de sua casa: '13 horas de ruído'

Publicações dividiram opiniões nas redes sociais, com internautas defendendo e criticando o posicionamento do jornalista

Famosos e TV|Do R7


Álvaro Pereira Jr. protestou contra o barulho de crianças
Álvaro Pereira Jr. protestou contra o barulho de crianças

O jornalista Álvaro Pereira Jr., repórter de uma emissora de TV, virou assunto nas redes sociais ao publicar uma série de mensagens para reclamar do barulho intenso de crianças em uma escola que fica ao lado do seu prédio, na Vila Madalena, na zona oeste de São Paulo. Segundo o profissional, "são mais de 13 horas de ruído ininterrupto". (Assista ao vídeo abaixo)

"São 20h15 e não há sinal de que vá parar o barulho no @colegiooswald. O fuzuê, como todos os dias, começou 7h da manhã. Não é só no recreio, não é só na ed. física. É o dia todo, numa quadra aberta e sem nenhum tratamento acústico...", escreveu ele em uma das publicações. 

"Um detalhe interessante é que o professor grita mais do que os alunos, dando assim um excelente exemplo de como se lixar para o próximo", protestou, na sequência.

Um dos seguidores então sugeriu que o repórter soltasse rojões no telhado da instituição.

Publicidade

"Vontade não me falta (risos). Mas tá cheio de criança, não dá para fazer isso. A molecadinha não tem culpa de a escola não ter nenhum respeito pelos vizinhos. Era só cobrir a quadra que tava resolvido", concluiu.

• Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Publicidade

• Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

• Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Nas redes sociais, as publicações de Pereira Jr. dividiram opiniões, com internautas defendendo — e outros criticando — o posicionamento do jornalista.

"Nem parece que passou por uma pandemia recentemente… onde as escolas estavam vazias e sem barulho algum. Triste demais!!! Que bom que hoje há vida!", disse um deles. "Homem sem noção! Quem vai mandar na boca de uma criança. Acho que ele nunca foi criança na vida", afirmou um segundo. "Certíssimo! Morar ao lado de escola é um tormento!", defendeu outro.

O R7 tentou contato com Pereira Jr. e com o colégio Oswald de Andrade e aguarda o retorno. Caso haja um posicionamento, o texto será atualizado.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.