Trilha de Sexta Trilha de Sexta: Vavá conta que ganhou Disco de Ouro após ser demitido

Trilha de Sexta: Vavá conta que ganhou Disco de Ouro após ser demitido

Ele era vocalista do Karametade e trabalhava como bancário. Um dia a gerente do banco o demitiu e quatro meses depois, ele voltou para mostrou Disco de Ouro. E agradecer

  • Trilha de Sexta | Patrícia Büll, de R7 Conteúdo e Marca

O Trilha de Sexta desta semana reuniu em um único encontro tudo que a gente procura numa happy hour: música boa, papo animado e muita, muita risada acompanhados por Crystal gelada. É tudo que a gente precisa, não é não? Afinal, se não for pra se divertir, pra que vale a sexta-feira?

O programa reuniu os gêmeos Vavá e Márcio, o cantor Zaia e a compositora Thaís Nascimento.

Afastados dos palcos há algum tempo, os irmãos Vavá e Márcio, que fizeram sucesso nos anos de 1990 com os grupos de pagode Karametade e Desejos, relembraram como ralavam como bancários antes do sucesso chegar.

“A gente trabalhava de manhã no banco e à noite, nos bares fazendo show”, disse o Vavá. Ele contou, inclusive, que foi demitido do banco nesse processo e quatro meses depois, estava no Programa do Gugu recebendo o Disco de Ouro! “Eu fui lá no banco mostrar para a gerente e agradecer por ela ter me demitido”, e caiu na gargalhada.

O Zaia conta que viveu desde sempre no meio da música e nunca se imaginou fazendo outra coisa. Afinal, ele é filho do Reinaldo, ex-vocalista do Terrasamba. “Teve uma época que eu pensei em fazer administração de empresa – olha só!”, disse ele rindo e fazendo todo mundo cair na gargalhada.

O pai também queria que o filho tentasse outra profissão e o inscreveu na escolinha de futebol do Vitória, em Salvador. “Eu até jogava bem. Mas era adolescente, era preguiçoso, aquela maresia da Bahia e acabou que fiquei na música mesmo.”

Entre o pagode dos gêmeos e o axé do Zaia, a noite também teve muita emoção.  A Thaís Nascimento, autora de muitos sucessos, inclusive alguns da novela Carrossel, é filha do produtor musical e compositor Arnaldo Saccomani. Enquanto contava que teve a melhor escola dentro de casa, ela precisou parar de falar. Emocionada, lembrou do pai, que faleceu em agosto.

“Eu ainda me emociono muito falando do meu pai, isso é muito recente, a gente ainda está vivendo esse luto...” A Jackie também se emocionou ao lembrar que o Saccomani produziu o primeiro disco dela. Mas mesmo esses momentos foram de alegria – aquela saudade boa, sabe? De gente que a gente gosta?

Últimas