Flavio Ricco “Gênesis” atingiu mais de 80 milhões de pessoas no primeiro mês 

“Gênesis” atingiu mais de 80 milhões de pessoas no primeiro mês 

Camila Rodrigues como Nadi na fase Ur dos Caldeus, em “Gênesis”

Camila Rodrigues como Nadi na fase Ur dos Caldeus, em “Gênesis”

Blad Meneghel

Da sua estreia, em 19 de janeiro, até o capítulo da última sexta-feira, dia 19, a novela “Gênesis” foi procurada, ao menos durante 1 minuto, por 29 milhões e 81 mil telespectadores nas 15 regiões metropolitanas que compõem o Painel Nacional de Televisão-PNT, o equivalente a 15 milhões e 344 mil lares.

Mas, quando projetado este período no universo do Atlas de Cobertura da Record, chega-se à marca de 80 milhões e 380 mil telespectadores em todo o Brasil, o mesmo que 38 milhões e 909 mil domicílios em todo o território nacional.

Em se tratando de Grande São Paulo, do primeiro capítulo até sexta-feira passada, a produção foi assistida, ao menos durante 1 minuto, por 8 milhões e 671 mil telespectadores, o equivalente a 4 milhões 641 mil lares nesta região metropolitana.

No PNT, neste primeiro mês, “Gênesis” marcou 13, 7 pontos, de acordo com a Kantar Ibope Media.

Já em SP, 14,1, e Rio, 13,9. E chamam atenção os números de Salvador (18,1 pontos); Recife (15,5); Goiânia (18,7) e Belém (17,9).

A Record ocupa a vice-liderança isolada de audiência, mas com uma diferença enorme para a emissora em terceiro lugar.  

Sobre o Atlas de Cobertura da Record em 2020: 197.906.809 indivíduos e 68.028.320 domicílios.

Últimas