Melhor Não Ler Ciência confirma: quem não concorda com a mídia é negacionista

Ciência confirma: quem não concorda com a mídia é negacionista

Grupo de cientistas da 1ª turma EAD dá coletiva de imprensa, via Zoom, e confirma: quem não crê na mídia é negacionista

Quem precisa de pesquisa de campo quando se tem o Google? Foi-se o tempo em que era preciso consultar pessoas de verdade, fazendo levantamentos por meio de questionários sérios aplicados presencialmente. Essa técnica primitiva – que já estava com os dias contados – recebeu o golpe fatal durante a pandemia, quando a sociedade percebeu que ninguém precisa de ninguém (a não ser dos entregadores de delivery) e que todos podem ficar em casa por tempo indeterminado.

E uma vez que todo mundo ficou trancafiado, o jeito foi se inteirar das notícias do Brasil e do mundo pela mídia. No começo, as informações foram bem desencontradas: use máscara, não use máscara. Máscaras caseiras não adiantam, só as cirúrgicas. Mas aí as cirúrgicas começaram a faltar e, nesse caso, as caseiras passaram a servir. Não, na verdade só serviam as que tinham dupla camada de tecido, ou melhor, tripla.

Máscaras: tema de debates desencontrados

Máscaras: tema de debates desencontrados

Reprodução / Pixabay

Só que aí complicou demais, então ficou decretado que qualquer uma é melhor do que nenhuma. Pode ser de tecido, de lã, bem fininha, bem grossona, lisa, estampada, de personagem e até máscara pirata, imitando grife de luxo. O importante é combinar com o look do dia. Pronto, resolvido!

Porém, o problema não eram só as máscaras, mas um monte de outras coisas: superfaturamento de respiradores, equipamentos comprados e pagos que nunca foram entregues, sumiço de centenas de cilindros de oxigênio, Vacina que funciona 100%, mas depois cai para 80%, baixa para 70% e, por fim, chega em 50%, batendo na trave da aprovação.

Durante o #fiqueemcasa, tivemos de nos adaptar, não é mesmo? Inclusive a ciência. O curso “Ciências Sobre Tudo e Muito Mais” passou a ser ministrado pelo método de Ensino a Distância (EAD), bastando aos alunos assistirem os noticiários. A primeira turma acaba de se formar em uma cerimônia via Zoom que já contou com uma coletiva de imprensa sobre sua primeira descoberta: quem não concorda 100% com a mídia é negacionista. Isso porque ficou caracterizado que ela, a mídia, é quem possui todas as respostas. Veja este exemplo de que a mídia tem todas as soluções, explicações e justificativas que tanto buscamos:

Os imunizantes têm 100% de eficácia. Se alguém ficou doente e foi internado é porque não tomou as duas doses. Se tomou as duas doses e foi internado, é porque, sem elas, teria morrido. E se ainda assim morreu, é porque os imunizantes não têm 100% de eficácia.

Esta crônica é uma ficção, mas poderia não ser...

Últimas