Melhor Não Ler EUA não reconhecem americanos trans e caso vai parar na ONU

EUA não reconhecem americanos trans e caso vai parar na ONU

Família de americanos trans é barrada na fronteira dos Estados Unidos com o México e pede justiça

Juan Rodríguez, de 35 anos, sua esposa Gadalupe, de 32 e os três filhos menores do casal foram impedidos de entrar nos Estados Unidos quando tentavam atravessar a fronteira pela cidade mexicana de Tijuana.

Apesar de a documentação da família indicar que todos nasceram em San Cristóbal de las Casas, Rodríguez e sua esposa afirmam que se sentem americanos desde que nasceram. Juan, que prefere ser chamado pelo nome social de Johnny Rod, e Guadalupe, que adotou o nome de Mary Ann Rod, chamaram a imprensa local e acusaram os agentes da imigração de preconceituosos.

Prédio da ONU (Organização das Nações Unidas), em Nova York

Prédio da ONU (Organização das Nações Unidas), em Nova York

Pixabay

Referindo-se aos passaportes da família, Johnny declarou aos jornalistas: “No permitiremos que simples pedazos de papel definan quiénes somos. Exigimos que los Estados Unidos reconozcan que somos ‘transamericanos’ y nos dejen ingresar. Mi casa, su casa!”

O caso foi parar na Organização das Nações Unidas e a família Rodríguez, ou melhor The Rod Family, como ficou conhecida mundialmente, se encontra detida na fronteira aguardando a decisão.

Esta crônica é uma ficção, mas poderia não ser...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas