Melhor Não Ler Jovem manda mil currículos, consegue emprego, mas entra em depressão

Jovem manda mil currículos, consegue emprego, mas entra em depressão

Após anos de buscas por uma vaga e centenas de entrevistas, jovem finalmente consegue emprego, mas fica 'sem chão'

Jovem distribuiu vários currículos

Jovem distribuiu vários currículos

Pixabay

O paulistano Marcolino das Neves, desde os 14 anos de idade sonhava com um emprego para ter seu próprio dinheiro. Ele não queria mais que seus gastos pesassem no bolso dos pais que, por sua vez, trabalhavam dia e noite para pagar seus estudos. Foram anos e anos saindo de casa todos os dias à procura de emprego, mas as respostas eram sempre as mesmas:

“Emprego pra menor de 16 anos? Você é burro ou o quê? Não sabe que é proibido por lei?”
“Sai daqui moleque, ou eu chamo a polícia!”

“Só na ‘biqueira’ os caras contratam menor. Sempre tem vaga de ‘aviãozinho’ e paga bem.”

Marcolino chegou a averiguar o que era a tal ‘biqueira’, mas como tráfico de drogas não estava em seus planos, ele preferiu declinar. Não lhe restava alternativa a não ser aguardar a maioridade chegar.

Hoje, aos 20 anos, a história de Marcolino sofreu uma reviravolta que está preocupando toda a família. Depois de anos de procura incessante, distribuição de mais de mil currículos – que custaram a seus pais algumas centenas de reais – e participação em inúmeros processos de seleção que culminaram em respostas negativas, o rapaz finalmente recebeu um sim.

A questão é que, além de não ter sido preparado para uma resposta positiva, Marcolino afirma que a única coisa que sabe fazer é procurar trabalho, e que não tem condição nenhuma de efetivamente trabalhar. "Estou sem chão", diz o rapaz que não tem forças nem sequer para sair da cama. A família está solicitando à empresa a liberação do plano de saúde de Marcolino, ainda que não tenha comparecido ao trabalho nenhum dia, para que ele receba acompanhamento psicológico e possa, quem sabe, assumir suas tarefas futuramente.

Nem mesmo toda proteção que o judiciário brasileiro tem com os jovens, proibindo-os de trabalhar, tem sido suficiente para livrá-los das agruras da vida.

Esta crônica é uma ficção, mas poderia não ser...

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas