Melhor Não Ler Medicamentos mais caros em abril; saiba como proteger seu bolso

Medicamentos mais caros em abril; saiba como proteger seu bolso

Reunimos dicas importantes para que seu orçamento não seja prejudicado com a alta no preço dos remédios

A partir de 1º de abril, a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) autorizou aumento de preço em todos os medicamentos. Em pleno Dia da Mentira — e depois de dois anos de pandemia em que a indústria farmacêutica se empanturrou de dinheiro — esta é a mais pura verdade. Portanto, siga nossas dicas para salvar seu orçamento de mais esse bombardeio.

Remédios caros: o conselho é não ficar doente

Remédios caros: o conselho é não ficar doente

Freepik

Dica número 1: não fique doente.
Ao seguir este conselho, você evita a compra de medicamentos, uma vez que os sãos não precisam de remédios.

Dica número 2: não permita que seus filhos fiquem doentes.
Pais sabem muito bem que crianças gostam de chamar atenção e, muitas vezes, dizem estar doentes quando na verdade não estão. Faça como seus bisavôs e resolva a questão com um chazinho qualquer ou um xarope caseiro repleto de açúcar.

Dica número 3: decore a lista de medicamentos da Farmácia Popular.
Esse programa governamental oferece gratuitamente remédios para hipertensão arterial, diabetes e asma. Se realmente quiser ficar doente, escolha uma dessas condições, faça seu cadastro na Farmácia Popular e consiga uma receita médica no SUS. Assim você mata a vontade de tomar um remedinho sem gastar nenhum centavo.

Esta crônica é uma ficção. Procure ajuda médica sempre que julgar necessário. Cuide da sua saúde.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas