Melhor Não Ler Saiba quando o boy está enrolando a querida e a querida só quer esfolar o boy

Saiba quando o boy está enrolando a querida e a querida só quer esfolar o boy

Dicas rápidas para quem está na dúvida se a pessoa amada é interessante, interessada ou interesseira

Reprodução/RECORD

Leia as dicas agora e nos agradeça depois, pois pouparemos seu tempo, sua grana e o chororô no travesseiro.

Para as queridas:
Se o boy pede sua grana emprestada para visitar uma “amiga doente” em outra cidade, mas não vai com você nem na esquina porque acha longe e ainda conta uma história triste para não pagar o empréstimo... tadinho! O que seria dele sem você? Invista no boy, pois com bastante calma, tudo vai dando errado, querida!

Se o boy se hospeda na sua casa porque “ama demais para ficar longe”, faz check-in na sexta à noite e checkout na segunda de manhã, come, dorme (y otras cositas más), usa internet, leva roupa para [você] lavar e não compra um pão amanhecido – “porque a casa é sua e ele não quer se intrometer” – esse boy realmente ama demais! Ele ama tudo o que você oferece de mão beijada. Já imaginou a fortuna que ele gastaria se tivesse que pagar, querida?

Se o boy vive no salão depilando a barba, o tórax e as axilas, fazendo a sobrancelha, discutindo com o terapeuta capilar e o hair stylist como será a próxima transformação e vive falando coisas do tipo: “hoje o viço da minha cútis está incrível”, você encontrou o “princeso” que toda querida sonha! Tá certo que você é quem vai trocar pneu, abrir a porta do carro e lavar a caixa d’água, afinal, sem chance de ele lascar a unha fazendo essas coisas, né, querida?

Para os boys:
Se a querida se orgulha de não cozinhar nem para a própria sobrevivência, não suporta ouvir o termo “dona de casa” e afirma categoricamente que nenhum homem “vai mandar nela” – embora obedeça cegamente ao patrão para não perder o emprego – fique sabendo que essa é para casar! Tudo bem que a sua casa será uma pocilga e que a querida vai gritar desde a manhã até a noite para deixar claro quem é que manda. Mas isso é só um detalhe, boy!

Se a querida usa roupa embalada a vácuo, botou cílios de toldo, lábios de linguiça toscana e unhas de tatu-canastra, você está diante de um espécime e tanto. Vá em frente, pois certamente você se tornará o assunto preferido da vizinhança. Engajamento é tudo!

Se a querida é empoderada, pinta o cabelo de verde, arma barraco em tudo que é canto, de cada dez palavras, onze são “sororidade, empatia e gênero neutro” e diz que quem não tem teto deve ser chamado de “morador urbano ao ar livre”, vá em frente! Não fique imaginando o pior dessa relação, pois será muito pior do que você pode pensar!

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas