Vanessa da Mata dá dicas sobre economia e é detonada por fãs

Cantora comentou em um post no Twitter que o cidadão brasileiro deveria poupar ao menos 30% do salário, independente do valor que recebe

Vanessa da Mata dá dicas sobre economia e é detonada por fãs

Vanessa da Mata foi criticada por post sobre economia

Vanessa da Mata foi criticada por post sobre economia

Reprodução Twitter

Em meio à quarentena e sem poder realizar shows ou gravar discos, Vanessa da Mata aproveitou o momento de isolamento social para dar dicas de economia.

A cantora, que não tem formação na área, recomendou que todo brasileiro, independente do salário, deveria guardar 30% do que ganha. "Não importa o quanto você ganha, 30% você guarda! Não é salgadinho, nem cerveja, nem churrasco ou o que quer que seja, que possa tirar sua poupança", publicou ela na manhã desta sexta-feira (22).

Apesar de bem intencionada, Vanessa acabou gerando revolta entre os fãs. Os seguidores alertaram a artista sobre a renda média do cidadão brasileiro e que seria quase impossível economizar tanto assim.

Nath Finanças, um dos perfis mais seguidos sobre dicas de economia nas redes sociais, se manifestou e corrigiu a fala de Vanessa. "No meio de uma pandemia, pessoas perdendo emprego e a senhora faz uma analogia rasa sobre 'guardar 30%'. É muito mais complicado para quem não é Vanessa da Mata. As pessoas sustentam a casa com menos de um salário mínimo no Brasil. A realidade é mais do que viver em condomínio", falou a influencer sobre Vanessa, que é noiva de Bruno Dantas, ministro do Tribunal de Contas da União.

A jornalista Amanda Audi também comentou no post da artista e questionou sobre a possibilidade das pessaos simplesmente não quererem guardar dinheiro. "Além de todas as críticas que já foram feitas aqui, tem outra: e se a pessoa quiser gastar com um churrasquinho, porque isso deixa ela feliz?", indagou.

Após as críticas, Vanessa fez um adendo ao post e comentou que se referia a quem pode guardar. "Isso é para quem ganha uma quantia que dá para guardar, claro. E para os que usam a grana no final de semana com outras coisas! Se sobra para o churrasco e cerveja, sobra para guardar!", explicou.