Melhor Não Ler Youtuber famoso conquista sonho de dividir sua fortuna

Youtuber famoso conquista sonho de dividir sua fortuna

Depois de criticar 'acúmulo exagerado de capital', criador de conteúdo encontrou forma de distribuir metade do patrimônio

Youtuber é contra o capitalismo apesar de ter feito fortuna na internet

Youtuber é contra o capitalismo apesar de ter feito fortuna na internet

Pixabay

De origem humilde, o youtuber Felício Nelson tornou-se uma personalidade controversa. Para começar, apesar de ter 33 anos, ele age como se fosse um adolescente: fala muita besteira fingindo ter domínio sobre os assuntos que se mete a comentar, faz carinha de “tadinho” quando lhe interessa e pinta o cabelo com papel crepom para parecer descolado (da realidade, inclusive).

Mas as controvérsias vão muito além disso. Mesmo tendo começado a trabalhar aos 13 anos, ele é totalmente contra o trabalho infantil. Lugar de criança é assistindo a seus vídeos cheios de palavrões e que ensinam a fazer coisas que vão desde malcriações até algumas ilicitudes. Ele também faz números de mágica, pois enquanto está #EmCasa em “quarentena” há meses, também foi visto em festas e até jogando futebol. Que criança não adora mágica, amigos?

Nelson é contra o capitalismo, apesar de ter feito fortuna através de uma plataforma na internet que só existe graças ao capitalismo. E, falando em fortuna, ele postou em seu Twitter que “devemos questionar o acúmulo exagerado de capital”. O que não o impediu de fazer outra postagem onde aparece sentado humildemente na escadinha de uma aeronave Phenom 300, que custa a bagatela de US$ 1.982.000 ou R$ 11.158.660. É isso mesmo: 11 milhões e lá vai...

O adolescente controverso que não sabe juntar lé com cré — e que faz “sucesso” justamente por causa disso — conseguiu, desta vez, furar a bolha em que vive e poderá sentir na pele o que é “questionar o acúmulo exagerado de capital”. É que ele, rebeldinho e tecnológico como é, terminou um relacionamento estável por telefone e por mensagem de WhatsApp e, como resposta, surgiu uma postagem nas redes sociais de sua ex-amada cheia de mensagens codificadas, mas muito bem pensadas, para que o sonho de dividir sua fortuna seja realizado. Vejamos alguns termos:

“Núcleo familiar que constituiu”, “meu companheiro, com quem partilhei uma vida em comum nos últimos anos”, “vida em comunhão”, “que viveram sob um mesmo teto”. Para completar, a postagem também inclui que um “lado técnico” será conduzido pelo “doutor Ruiz Felinto Mandel Aurelino e profissionais a ele associados”.

Parabéns, Felício Nelson! Depois dessa, talvez você consiga mais do que apenas questionar o acúmulo exagerado de capital. Quem sabe você não se vê obrigado a dividi-lo?

Essa crônica é uma ficção? Há controvérsias!

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas