Marcela Dantés lança "Nem Sinal de Asas"

Primeiro romance da elogiada autora mineira, que terá lançamento assíncrono durante todo o mês de outubro, constrói narrativa ficcional a partir de caso acontecido na Espanha

Obra é estreia de Marcela Dantés

Obra é estreia de Marcela Dantés

Divulgação

"Mulher é encontrada mumificada em apartamento cinco anos após sua morte". A manchete impactante abria a reportagem de Silvia Pontevedra para o jornal “El País”, em 14 de julho de 2017, sobre um caso ocorrido na cidade de Culleredo (Espanha) e captou no mesmo instante a atenção da jovem escritora belo-horizontina Marcela Dantés. A mulher solitária, que morreu no próprio apartamento em 2012, e cujo corpo só foi descoberto em 2017, inspirou Marcela a escrever seu primeiro romance, “Nem Sinal de Asas” (Editora Patuá). 

"Aquela história ficou na minha cabeça por muito tempo, até eu decidir que ela merecia ser transformada", conta Marcela. Dez meses depois de publicada a reportagem, a autora procurou a jornalista espanhola que, para a sua surpresa, compartilhou imagens, dados de que se lembrava e ainda voltou à cidade de Culleredo para levantar mais informações com vizinhos e com a Guarda Civil. "Esse gesto da repórter, além de me ajudar demais, me emocionou. A gente fica pensando e falando de solidão, de dor, sofrimento, e alguém do outro lado do mundo, que nunca viu a minha cara, doou horas do seu tempo para me ajudar com meu romance", diz a escritora mineira.

“Nem Sinal de Asas” começou a ser escrito em 2017 e foi finalizado em abril deste ano, já durante o período de distanciamento social provocado pela pandemia do coronavírus.

"É curioso porque escrevi uma narrativa pré-pandemia mas que trata de uma mulher sozinha, confinada em seu apartamento. E a protagonista, Anja, tem uma relação forte com a casa dela que, até pouco tempo, parecia impensável e hoje é nossa rotina", diz Marcela.

Lançamento assíncrono

Segundo uma pesquisa do Google Trends, houve queda de 70% na busca pela palavra "lives" no Brasil de abril a julho deste ano (o que pode indicar desgaste com o formato, muito utilizado por artistas de diversos segmentos). O primeiro romance de Marcela vai contar, portanto, com uma estratégia diferente. Será realizado um lançamento assíncrono: em vez de fazer uma transmissão ao vivo nas redes sociais, a autora vai publicar uma sequência de conteúdos (vídeo-leituras, fotos, trechos do livro) cuidadosamente distribuídos em um mês de programação - até 6 de novembro.

Instagram (@marceladantes) e Facebook (marceladantes).

“Nem Sinal de Asas”
252 páginas
R$ 40 (editorapatua.com.br)
Editora Patuá