Keila Jimenez Abandono, ameaças, mágoa do pai: agora é a vez de Harry desabafar!

Abandono, ameaças, mágoa do pai: agora é a vez de Harry desabafar!

Depois de Meghan, agora Harry resolveu abrir o coração para Oprah sobre tudo sofreu na família real

Harry falou sofre a pressão que sofria

Harry falou sofre a pressão que sofria

Reprodução

Se os cristais do Palácio de Buckingham tremeram com a entrevista de Meghan Markle a Opra Winfrey, agora que Harry resolveu falar, não deve sobrar uma só taça por lá. A polêmica morte da mãe, uso de drogas, abandono, as ameaças da família e a relação péssima com o pai fazem parte do pacote de revelações do irmão caçula do princípe William.

Harry abriu o coração em papo com Oprah para uma série de entrevistas com personalidades produzida por eles. A realeza já perdeu o sono à espera da estreia.

Na entrevista bombástica, Harry acusou a família real de negligência, dizendo que os parentes simplesmente se negaram a fazer qualquer esforço para ajudá-lo quando Meghan Markle pensou em tirar a própria vida.

Pânico

Ele ainda detonou o pai. Disse que Charles o fez "sofrer" muito durante a infância e revelou que integrantes da família real tentaram o intimidar quando ele resolveu falar. Harry fez relatos emocionantes como foi perder a mãe aos 12 anos e ainda sofrer toda aquela pressão da mídia. Falou das crises de pânico e ansiedade que o acompanharam por anos.

As declarações bombásticas foram dadas na série de entrevistas a Oprah Winfrey em seu novo programa 'The Me You Can't See' (em tradução literal, 'O Eu que Você Não Vê'). Harry afirmou que o sentimento de abandono foi um dos "maiores motivos" para que o casal se mudasse para Califórnia no ano passado.

Abandono

"Certamente agora eu nunca vou ser intimidado até ficar em silêncio. Achei que minha família iria ajudar, mas cada pedido, aviso, seja o que for, acabou encontrando silêncio total, abandono total. Passamos quatro anos tentando fazer funcionar. Fizemos tudo o que podíamos para ficar lá e continuar fazendo o papel e fazendo o trabalho. Mas Meghan estava lutando", explicou Harry.

Drogas

Harry falou sobre as bebedeiras e abuso no uso de drogas, na faixa dos 30 anos, para lidar com a morte da mãe. Disse que até hoje é assombrado pelo barulho de cascos de cavalo batendo no chão, que o fazem lembrar do dia do funeral de Diana, quando o caixão dela passou por sua frente no cortejo fúnebre.

Mágoa do Pai

O relacionamento conturbado com o pai, o príncipe Charles, não ficou de fora da entrevista. Falou da mágoa em ser criado de uma forma tão fria, rígida, mesmo tendo perdido a mãe.

"Meu pai costumava me dizer quando eu era mais jovem :'Bem, foi assim para mim, então vai ser assim para você'. Isso não faz sentido. Só porque você sofreu, isso não significa que seus filhos tenham que sofrer. Na verdade, muito pelo contrário. Se você sofreu, faça tudo que puder para ter certeza de que quaisquer experiências negativas que você teve, você pode consertar para seus filhos", revelou ele.

Últimas