Marina Ruy Barbosa e Walcyr Carrasco voltam a brigar publicamente

Autor revelou que ficou chateado com  Marina depois que ela se recusou a cortar o cabelo em uma novela; a atriz deu resposta afiada

Marina se recusou a cortar o cabelo

Marina se recusou a cortar o cabelo

Reprodução/Instagram


Marina Ruy Barbosa e Walcyr Carrasco resolveram ressuscitar um ranço do passado! Uma confusão que deixou a direção da Globo irritada, uma vez que Walcyr é o principal autor da emissora atualmente e Marina é uma das poucas atrizes jovens do primeiro time que mantiveram o contrato fixo com a Globo.

.

Tudo começou quando Walcyr Carrasco participou de uma live  e revelou que ficou chateado com a atriz Marina Ruy Barbosa depois que ela se recusou a cortar o cabelo para seu papel na novela “Amor à Vida”, da Globo, em 2013.
.
.

Marina interpretava uma mulher com câncer e gerou grande burburinho por supostamente ter se recusado a raspar os cabelos, algo que, dizem, já estava combinado. Walcyr revelou que decidiu matar a personagem após a recusa. O autor disse que a "morte" da personagem Nicole na trama com uma morte trágica foi uma vingança pela “surpresa” de Marina.

Marina não deixou barato e respondeu Walcyr. A atriz disse não acreditar que a história voltou a ser assunto tanto tempo depois.

Autor alfineta Marina Ruy Barbosa: “Se comprometeu a raspar os cabelos e espero que ela cumpra o palavra”

"Uma pena que na época não tive 'acesso' e não pude falar diretamente com o autor. Nunca nos falamos, nem no momento em que fui chamada pra novela, durante o trabalho ou depois  de tudo. Uma pena não ter tido a chance de conversar e entender o que se passava na cabeça do Walcyr. Do lado de cá, com as informações que eu tinha, de uma coisa estava certa: como atriz, não queria só o sensacionalismo. E como menina/mulher aos 17 anos, só valeria à pena se fosse pra tratar da doença com muito respeito e atenção, e fazer uma ação social sobre câncer linfático", disse ela.

"Não foi uma decisão irresponsável, muito menos leviana. Após uma longa conversa com a direção da emissora da época, chegamos juntos a essa conclusão, de que não fazia sentido pela forma como tudo estava sendo tratado. Admiro a minha coragem de questionar, de me arriscar e enfrentar tudo que aconteceu depois, mesmo há oito anos. Acho que muita coisa mudou de lá pra cá, e hoje ninguém é mais inacessível e essas hierarquias são tratadas de uma forma bem mais saudável nos ambientes de trabalho. No entanto, possuo total respeito e admiração pelo trabalho do Walcyr, um autor que considero muito talentoso", finalizou Marina.


.
Que ranço , né? Para que reviver isso?