Keila Jimenez Queda: TV paga sofre para manter metade dos assinantes até 2022

Queda: TV paga sofre para manter metade dos assinantes até 2022

No período de um ano, o setor de TV por assinatura caiu 8,8% no Brasil; perdendo assinantes para o streaming

  • Keila Jimenez | Do R7

TV paga chegou a ter quase 20 milhões de assinantes no país

TV paga chegou a ter quase 20 milhões de assinantes no país

Reprodução

E mesmo com as pessoas ficando mais em casa por conta da pandemia, a queda no número de assinantes da TV paga no Brasil não para. A TV por assinatura caiu 8,8% em número de acessos , saindo de 15,2 milhões em junho de 2020 para 13,9 milhões em 2021.

A queda do serviço no país vem sendo registrada desde 2014. 

No período de um mês, as grandes operadoras no Brasil passaram de 13,6 milhões de assinantes para 13,5 milhões.  Especialistas acreditam que em 2022, o serviço pode ter metade dos clientes que tinha em 2016, auge do negócio no país.

A TV paga chegou a ter quase 20 milhões de clientes em setembro de 2016, mês que representou o auge do mercado no Brasil.

A ascensão dos serviços de streaming no mercado audiovisual é uma  dos responsáveis pela perda de espaço da TV paga. Com a pandemia e as mudanças de hábito provocadas por ela, no entanto, ver filmes e séries nessas plataformas se tornou ainda mais comum.

Uma pesquisa realizada pelka Nielsen em 2020 mostrou que 42,8% dos brasileiros entrevistados assistem a conteúdos de streaming diariamente. 

Últimas