Keila Jimenez Pai de Britney escolhia namorados dela e a obrigava trabalhar doente

Pai de Britney escolhia namorados dela e a obrigava trabalhar doente

Cantora quer se livrar na Justiça da tutela do pai, Jamie Spears, que cuida da fortuna dela desde 2008

Britney Spears tem vida controlada

Britney Spears tem vida controlada

Reprodução

A batalha de Britney Spears contra a tutela do pai trouxe capítulos polêmicos. A briga pelo controle da  fortuna da cantora, de cerca de R$ 300  milhões, e a liberdade dela estão em jogo em nova rodada nos tribunais dos EUA nesta semana. Britney Spears participa de audiência para pôr fim à tutela do pai.

Segundo o jornal New York Times, Britney quer se livrar do controle excessivo do pai, Jamie Spears, que comanda a vida, negócios e fortuna da filha desde 2008. O processo desencadeou o movimento #FreeBritney, liderado por fãs e amigos famosos.

Apesar de não falar publicamente sobre o assunto, a cantora também questionou a capacidade de Jamie conduzir sua carreira.

O primeiro pedido de remoção da tutela aparece em 2014 na matéria do New York Times. Britney reclamar do comportamento obsessivo e explorador do pai.

A cantora alega de o pai quer controlar quem são os amigos e os namorados dela. Que ele quer o controle de tudo, das roupas e até da cor dos móveis de onde ela vive. Britney diz que recebe uma mesada semanal do pai, o que considera um absurdo uma vez que o dinheiro é dela, conquistado com o talento dela.

A cantora também relata que foi obrigada a trabalhar doente, a fazer shows com febre, e que sempre se sentiu ameaçada pelo pai. Britney temia ser internada novamente em uma clínica psiquiátrica, como em 2008, quando foi considerada incapaz de cuidar de si própria após sofrer um colapso.

Dos 22 anos de Britney Spears como cantora profissional, 13 deles foram vividos tendo o pai como tutor. Desde 2008, Jamie foi nomeado na justiça americana como responsável legal por assuntos pessoais e financeiros da princesa do pop.

Últimas