Keila Jimenez Paulo Zulu sofre grave acidente e descobre coágulos no cérebro

Paulo Zulu sofre grave acidente e descobre coágulos no cérebro

Aos 57 anos, modelo relata experiência difícil após sofrer forte pancada na cabeça, com consequências que ele não imaginava

  • Keila Jimenez | Do R7

Paulo Zulu desmaiou e foi levado de ambulância após pancada na cabeça

Paulo Zulu desmaiou e foi levado de ambulância após pancada na cabeça

Reprodução

O modelo, ator e empresário Paulo Zulu, de 57 anos, passou um sufoco dos grandes.

Referência de vida saudável, e praticante de vários esportes, Zulu sofreu um acidente doméstico grave, que lhe causou coágulos no cérebro.

Em relato ao KTV, o modelo, que vive em Santa Catarina, contou que no dia 8 de janeiro foi calibrar os pneus do carro e ao se levantar sofreu uma forte pancada na cabeça.

"Senti muita dor, fez um galo grande. Quando cheguei em casa, coloquei gelo", contou ele. Dois dias depois, o galo desapareceu, mas Zulu começou a sentir tonturas. 

No dia 20 de janeiro, logo após voltar do Rio de Janeiro onde realizou um trabalho, Zulu se levantou e acabou desmaiando no banheiro de casa. Foi levado de ambulância para o hospital da Guarda do Embaú, onde vive, e lá nada foi constatado. 

Foi quando a mulher dele insistiu para que fizesse mais exames, em Joinville. Após uma ressonância, os médicos constataram um sangramento no cérebro. Foi a causa do desmaio.

Havia também pequenos coágulos cerebrais. Zulu então foi medicado por dias com anti-inflamatórios e anticonvulsivos e foi recomendado repouso absoluto por alguns dias para que o corpo se livra-se dos coágulos.

Na semana passada, mais exames, veio a boa notícia: o corpo absorveu os coágulos, não havia mais sangramento no cérebro e ele poderia retornar aos poucos as suas atividades normais.

Segundo Zulu, ele ainda não pode praticar 100% dos esportes que praticava antes do acidente, mas o médico já o liberou para 70%. 

O modelo quer alertar as pessoas sobre o perigo da negligencia nas pancadas na cabeça.

"Gostaria de alertar as pessoas que quando tiverem uma pancada é fundamental ir imediatamente para o hospital. Na maioria dos casos não há sangramento externo, mas pode haver uma hemorragia e ela pode levar, inclusive, a óbito. ", diz Zulu.

"Depois que passei por isso vi o quanto nosso cérebro é delicado. É a parte principal do nosso corpo. Essa experiência foi muito difícil. Pela saúde e pelos cuidados que tenho consegui passar por isso, mas gostaria de, novamente, alertar as pessoas que é muito importante fazer todos os exames na hora. A ressonância é crucial. É algo que não se fala muito. Bater a cabeça pode causar convulsões, causar um AVC e até te tirar a vida. O que eu tive não tem nada a ver com AVC, que é bem mais sério. Não tem nada a ver com a parte de dentro pra fora. É um trauma externo, que foi sério, mas que não teve consequências graves", continua.


"Quero que as pessoas tenham consciência e façam exames o quanto antes para ter o diagnóstico mais correto. Isso é importantíssimo para reverter todo o problema que pode ser causado por uma batida na cabeça".

Últimas